Luto na música: Cantor sertanejo Parrerito, do Trio Parada Dura, morre vítima de Covid-19

Luto na música: Cantor sertanejo Parrerito, do Trio Parada Dura, morre vítima de Covid-19
14 setembro 10:11 2020 Imprimir

Morreu na noite deste último domingo, 13 de setembro, o cantor sertanejo Parrerito, integrante do Trio Parada Dura, que já foi um dos grandes ícones brasileiros da música sertaneja. Parrerito morreu aproximadamente às 21h30. O cantor que tinha 67 anos estava hospitalizado em Belo Horizonte, Minas Gerais.

O sertanejo estava internado desde o dia 29 de agosto e se tornou mais uma vítima da Covid-19 no Brasil. Infelizmente, o cantor não conseguiu resistir às complicações do novo coronavírus. Eduardo Borges, conhecido popularmente como Parrerito fazia parte do grupo de risco para o vírus. O famoso era diabético e no dia 31 de agosto teve um mal súbito e teve que ser encaminhado para a UTI – Unidade de Terapia Intensiva em um hospital particular da capital mineira. Desde então, o músico se encontrava em estado grave.

“Igual a andorinha, Parrerito parte voando e deixa um Brasil inteiro já com saudade de sua voz que por quase quatro décadas marcou gerações no Trio Parada Dura“, disse a assessoria de imprensa em comunicado emitido à imprensa. O Trio Parada Dura tinha como formação atual os músicos Creone, Parrerito e Xonadão. Os outros integrantes da banda realizaram o teste para Covid-19 e felizmente deu negativo.

A esposa do sertanejo também testou positivo para Covid-19, mas estava se recuperando em casa. A nota dos assessores de imprensa agradeceram as orações e mensagens positivas durante o período que ele lutou pela vida. O cantor era natural de São Fidélis, cidade que fica no Rio de Janeiro. Contudo, a trajetória artística com o Trio Parada Dura aconteceu em Minas Gerais. Atualmente, o sertanejo estava morando com a família em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A morte de Parrerito deixou a música sertaneja de luto e muitas celebridades lamentaram a perda do famoso nas redes sociais.

  Matéria marcada como:
  Editorias: