Bolsonaro diz que ‘não existe’ opção da Bahia receber ajuda humanitária da Argentina

Bolsonaro diz que ‘não existe’ opção da Bahia receber ajuda humanitária da Argentina
31 dezembro 08:08 2021 Imprimir

Após o governador da Bahia, Rui Costa, dizer que aceitará a ajuda humanitária da Argentina, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “não existe” a opção do estado receber o apoio que foi recusado pelo governo federal. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (30), através de uma transmissão ao vivo nas redes sociais.

“O ministro [das Relações Exteriores, Carlos Alberto] França estava ligando para mim. Ele acabou de falar com o chanceler da Argentina, e ele garantiu que qualquer ajuda será prestada via governo federal”, disse.

Bolsonaro garantiu que toda ajuda é bem-vinda, no entanto, questionou o apoio oferecido pela Argentina.

“Toda ajuda é bem-vinda, jamais abriremos mão de ajuda, mas que ajuda é essa? A ajuda foi o oferecimento de dez homens conhecidos como Capacetes Brancos. Quais ações eles fariam? Almoxarife, separar material, donativos, ajudar a distribuir água e alimentos. Basicamente isso daí. Ter um local específico para colocar 10 pessoas fica caro para a gente. E temos gente suficiente”.

O presidente negou que a recusa teria sido motivada por ideologia política e afirmou estar aberto a receber outros tipos de donativos, como os que foram oferecidos pelo Japão.

“Nós fomos educados, mas seria um grupo que daria trabalho para a gente, porque temos que tratar com todo carinho. Agradeço ao governo da Argentina, mas pelas informações que tive, as águas começam a baixar na Bahia”.

  Matéria marcada como:
  Editorias: